Depoimentos

Leia aqui alguns depoimentos:

alunos

“Eu gosto da ERTE porque tem parque e a gente aprende a ler e escrever.” (Gilvan Piropo dos Anjos)

“Na ERTE tem muita coisa pra gente brincar.” (Daiane Araújo)

“Eu brinco de roda e de corrida todos os domingos, aqui na escola.” (Mailza)

“Aqui na ERTE a gente fez uma sopa de letras… foi uma brincadeira muito feliz.” (Ana Alice)

“Aqui é pra lá de bom porque tem enfermeira, aula de agricultura, aula de balé, sala do Lego, biblioteca e televisão.” (Micheli de Andrade)

“Esta escola ensina a ler e leva pra passear.” (Célio)

“Eu gosto de brincar de bola e do computador.” (Romildo)

“Eu agradeço a Jesus porque estudo aqui na ERTE. (Álef)”
todos alunos da ERTE

conselheiros e amigos

“Diariamente nos deleitamos à entrada do campus da ERTE.

É emocionante ver centenas de crianças e adolescentes de variados tamanhos, com olhos brilhantes e expressões de uma curiosidade indisfarçável, ávidas de conhecer de uma só vez, se pudessem, tanta coisa nova, de cuja existência nada sabiam.

Vindas da roça, algumas do interior mais longínquo e primitivo, elas vivem agora o sonho da Cinderela, morando num ambiente que lhes parece de luxo, onde são muito amadas, bem cuidadas, carinhosamente educadas e também devidamente instruídas acerca de tudo o que há de mais novo neste mundo, da tecnologia mais desenvolvida, rompendo as barreiras dos excluídos, por absoluta falta de oportunidade financeira ou ambiental.

Como nos faz bem acompanhar o crescimento físico, intelectual e espiritual dessas crianças e adolescentes, até pouco tempo sem perspectiva de outro futuro, senão o de continuar o labor de seus pais, lavrando a terra da maneira mais primitiva, sem nenhum conhecimento das novas técnicas que tanto facilitam a labuta dos que vivem no campo.

É também inspirativo para nós constatar, diariamente, que a diretora da escola, a Profa. Sonilda Sampaio, se dedica ao seu árduo labor, com inteira renúncia e total consagração, coadjuvada pelo vice-diretor, o Prof. Lourival Brito e por uma valorosa equipe de professores e funcionários.

E tudo isso nos leva a ver a ERTE como um celeiro de sementes raras, semeadas com muito amor, que certamente florescerão e se reproduzirão beneficamente, ou como uma escola ideal, formadora de bons caracteres.”Renilde Mussi Moreira e Mário Moreira

funcionários

Quando tomei a decisão de ingressar na ERTE, em 2001, foi como se eu estivesse testando Deus. “Se eu for aceita na ERTE é porque Deus ainda me quer em Jaguaquara”. Eu não via perspectiva nenhuma para permanecer aqui.

Alguns dias após ter entregado meu currículo, recebi um telefonema que fui aceita e que teria de ir ao município de Entre Rios, à Escola Rural Tina Carvalho, fazer um estágio.

Depois desta informação eu perguntava: “Por que, meu Deus?” e me vinha a mente a mensagem: “Os meus caminhos não são os vossos caminhos”.

Estou na ERTE até hoje. Por duas vezes planejei sair. Com a demanda do dia a dia, o sangue ferveu, a cabeça esquentou e eu disse: “Estou fora”. Naqueles momentos em que pensava assim, um vazio tomava conta do meu ser. Então eu voltei e disse a Deus: “Pai ajuda-me cada momento; dá–me um coração repleto de amor e ajude-me a ver algo de bom em cada circunstância, em cada olhar, em cada ser”. Não digo que já consegui isso por inteiro, mas uma coisa eu sei: Gosto do que faço. Amo cada partícula do meu trabalho. Sou completamente feliz na ERTE.Mara Alves – Chefe de Cozinha

Meu privilégio com a ERTE começou pela oportunidade que tive, em sua implantação, ao ser convidado pela Profa. Stela Dubois para apresentar meu currículo.

Apresentei o currículo, tive o primeiro contato com a Profa. Sonilda Sampaio, que seria a Diretora da ERTE. Fui aceito.

Depois destes acontecimentos tivemos a primeira reunião geral, quando eu e os outros companheiros selecionados, ficamos sabendo o que seria a ERTE e quais eram seus objetivos.

Graças a ERTE hoje me considero um pai melhor e um filho melhor. Venho adquirindo melhoras como um profissional graças ao apoio e orientação da direção nas pessoas da Profa. Sonilda Sampaio e do Prof. Lourival Brito.

Aqui tenho aprendido a ser solidário, tornando-me mais responsável e carinhoso com as crianças. Também aprendo como respeitar e lidar com as diferenças delas.

Hoje posso dizer que sou feliz com meu trabalho e só tenho que agradecer a Deus e a equipe da ERTE que realiza um ótimo trabalho com as crianças e com os funcionários.Claudineis Gonçalves Reis – Vigia

Começo meu depoimento citando o texto que é tema da ERTE: “O Senhor te guiará para sempre; tu serás como um jardim regado.” (Isaias 58:11)

Estando há cinco anos lecionando na ERTE pude, ao longo deste tempo, refletir sobre o desafio que esta divisa me colocava: Nunca deixar “morrer” o conhecimento que as crianças rurais trazem para o nosso meio.

Lecionando na ERTE, me tornei educadora, me sinto feliz. Grata a Deus pela oportunidade de estar num lugar que me faz sentir Sua presença e também grata a Profa. Sonilda Sampaio que me conscientizou da necessidade de um debruçar constante sobre as leituras para melhorar minha prática em sala de aula.

Na ERTE cresci profissionalmente, cresci como mulher, irmã, filha e, principalmente como ser humano.

O crescimento me fez enxergar nas crianças pobres rurais, a presença de um Deus que clama por carinho, atenção e amor. Pude também acompanhar a visível mudança e crescimento de colegas, amigos e da minha própria irmã, que trabalham na ERTE.

Durante todo esse tempo ocorreram muitas dificuldades, mas nunca foram, nem serão suficientes para nos desanimar. A cada obstáculo superado é como uma indicação que devemos continuar acreditando que a ERTE sempre vai dar certo.

Hoje, passeando pelos corredores da escola, nem conseguimos acreditar que tantos sonhos que havíamos sonhado juntos, se concretizariam diante dos nossos olhos. Contra nossas oscilações humanas, Deus concretizou nossos sonhos coletivos.

Seguimos confiantes na certeza de que o Projeto ERTE é um dos projetos de Deus aqui na terra.Letícia Coelho dos Santos – Coordenadora Pedagógica

ex-alunos

Para mim, estudar na ERTE foi a melhor coisa que já me aconteceu. Foi um milagre de Deus. Nenhuma outra escola fez ou faz o que a ERTE já fez e tem feito por mim.

A ERTE foi um motivo de muita alegria na minha vida e para a vida dos meus familiares.

Eu venho de uma família muito humilde. Nunca teria condições para pagar os meus estudos.

Hoje, graças a excelente diretoria e equipe da ERTE eu já estou há dois anos no Colégio Taylor-Egídio.

Eu pretendo mais uma vez passar de ano e mais uma vez mostrar tudo que aprendi na ERTE.Raimundo Wagner de Jesus Souza – Ex-aluno e bolsista do CTE

Estudar na ERTE foi como um sonho na minha vida e na vida dos meus familiares.

Eu amo a ERTE, amo sua direção e seus funcionários.

A ERTE é para mim como uma família. Aqui estudei por três anos. Isso é um milagre de Deus.

Nem meu pai nem minha mãe teria condição de me colocar em um colégio como o Colégio Taylor-Egídio. E a ERTE realizou o sonho da minha família e o meu: estudo no bom Colégio Taylor-Egídio.

Quero agradecer a pró Sonilda e todos os funcionários por estarem fazendo uma escola espetacular.Naiara dos Santos Brandão – Ex-aluna e bolsista do CTE

outros

Em visita ao CTE nos dias 08 a 10.09.2005, recebemos informações sobre o funcionamento da ERTE, o que para nós se constitui uma grande obra social dos Batistas Baianos. A ERTE tem desenvolvido normalmente as suas atividades num bom relacionamento com o CTE.Coordenadoria de Educação da Convenção Batista Baiana em documento datado 16 de março de 2006.